Imagem de São José de 40cm em Gesso

MATERIAL – GESSO |  TAMANHO – 40cm 

Processo Artesanal

Tinta Automotiva (DUCO)

Filetamento com detalhes em pó de ouro

Indicada para ambientes internos

Para realizar a compra, envie uma mensagem em nosso WhatsApp.

No botão abaixo você conversa diretamente com nosso vendedor.

Solicitar orçamento
SKU: 002190 Categoria:

Descrição

Não é sem razão que a Igreja, no meio da Quaresma, tira o roxo no dia 19 de março e coloca o branco na Liturgia para celebrar a festa de São José, esposo da Virgem Maria. Entre todos os homens do seu tempo, Deus escolheu o glorioso São José para ser pai adotivo do Seu Filho divino e humanado. E Jesus lhe era submisso, como mostra São Lucas. José é um nome que já fazia parte da cultura judaica. “José” provém do termo hebraico “Iodzet“, que significa “Que Deus acrescenta”.

José teve uma vida simples e marcada pelo trabalho. Era originário de Belém, da estirpe de Davi. Era homem humilde e modesto, dedicado aos seus afazeres e responsabilidades. Sua profissão era de carpinteiro. Trabalhava a madeira, dedicando-se a abater cedros e ciprestes nos bosques e florestas, e a construir portas, janelas, mesas, instrumentos agrícolas e outros manufaturados. Vivia do sustento de seu trabalho.

José era esposo de Maria, vivendo com ela um matrimônio de maneira santa e com muito amor e respeito. Pai adotivo de Jesus, deu-lhe um nome, fê-lo descendente da linhagem de Davi, esteve ao seu lado e colaborou no seu cuidado, proteção e educação. Soube aceitar Jesus como Filho de Deus, concebido no seio de Maria por obra do Espírito Santo.

O próprio Papa João Paulo II afirmou: “São José era um homem justo, fiel e dócil à Palavra de Deus. Envolvido de perto no mistério da encarnação, foi-lhe pedido que acreditasse naquilo que humanamente era difícil compreender. Viu desabrochar em Maria uma vida que era de origem divina, e só a fé lhe permitiu não fugir diante do mistério: ‘Não temas José’ (Mt 1,20). A exortação do anjo faz-nos intuir os temores, embora tão humanamente compreensíveis, tornando-o próximo de nós”. Santa Teresa de Ávila (1515-1582), a primeira doutora da Igreja, a reformadora do Carmelo, disse: “Quem não achar mestre que lhe ensine a orar, tome São José por mestre e não errará o caminho”

Quer saber mais sobre a história São José?

Acesse o link abaixo e veja mais em nosso blog.

https://verdeamareloartesacra.blogspot.com/2020/02/sao-jose.html

Imagens Sacras